• Segunda-feira, 4 de julho de 2022
  • Receba nossos relatórios diários e gratuitos
Scot Consultoria

Preço do frango sobe 12% em sete dias em Ribeirão Preto


Domingo, 19 de setembro de 2010 - 13h34

O motivo da alta, de acordo com os proprietários dos estabelecimentos, é a grande demanda e a pouca oferta do produto no mercado Em apenas uma semana, o preço da carne de frango subiu aproximadamente 12% em açougues de Ribeirão Preto. O motivo da alta, de acordo com os proprietários dos estabelecimentos, é a grande demanda e a pouca oferta do produto no mercado. Segundo o que foi apurado pelo Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada), da Esalq/USP, em apenas uma semana, do dia 10 ao dia 16 de setembro, o preço do quilo do frango para o produtor subiu R$0,10, indo de R$2,79 para R$2,88 no caso do produto resfriado, e de R$2,86 para R$2,96 no caso do congelado. No varejo, na semana anterior, o frango inteiro custava, em média, R$3,99 o quilo e passou a R$4,50. A coxa com sobrecoxa passou de R$4,99 para R$5,90. “Os aumentos foram repassados na quinta-feira”, diz o atendente Rubens da Silva Luís, do Açougue do Mercadão. De acordo com o zootecnista Alex Santos Lopes da Silva, a alta no preço da carne de boi fez com que os consumidores migrassem para o frango. “Com menos oferta de frango vivo no mercado e maior demanda, os preços também sobem”, diz ele, que também é consultor da Scot Consultoria. Outro fator apontado como determinante para o aumento no preço da carne de frango é o milho, insumo básico da alimentação das aves. Segundo o Cepea, houve aumento de 9,55% apenas neste mês para o produtor. “É claro que isso também reflete no preço final, já que o produtor passa a ter mais gastos”, diz Silva. Fonte: Jornal A Cidade. Economia. Por Dulcelene Jatobá. 19 de setembro de 2010.
<< Notícia Anterior Próxima Notícia >>
Buscar

Newsletter diária

Receba nossos relatórios diários e gratuitos


Loja

Facebook