• Sexta-feira, 19 de agosto de 2022
  • Receba nossos relatórios diários e gratuitos
Scot Consultoria

Momento é bom para investir em fertilizantes, diz estudo


Quarta-feira, 2 de agosto de 2006 - 13h04

Preços dos insumos estão cerca de 12% mais baratos do que em julho do ano passado O agropecuarista com condições de investir na atividade pode aumentar a rentabilidade se fizer a compra estratégica de insumos, como é o caso dos adubos. Os preços dos fertilizantes estão cerca de 12% mais baratos em relação a julho de 2005, conforme estudo da Scot Consultoria, de Bebedouro. “Essa época antecede a procura, que começa normalmente em setembro, e os valores estão mais baixos”, diz a veterinária Maria Gabriela Tonini. Ela afirma que a compra antecipada pode ser uma boa opção, uma vez que a variação média dos preços dos adubos de julho a setembro nos últimos oito anos foi de 6,61%. Em todos os anos foi registrada alta no período, com exceção de 2004 e 2005. Em 2004, houve recuo de 1,95% em função da oscilação cambial. Ano passado, foi verificada retração de 6,29% devido à retração da alíquota do imposto que incide sobre os adubos. “Como as perspectivas não indicam alteração no câmbio, assim como não há alteração nos impostos, a tendência é de que os preços subam com o aumento da procura”, afirma ela. Segundo a veterinária, numa adubação formulada 20-05-20 de pastagens de 200kg em uma área de 500 hectares, por exemplo, a antecipação da compra de fertilizantes pode representar uma economia de R$ 8,40/hectare ou R$ 4,2 mil na área de 500 hectares. “Já para a adubação de cana-de-açúcar, supondo 500kg/hectare, a economia seria dobrada”. Os cálculos são com base na variação média de 6,61% nos preços nos últimos oito anos. “Isso representaria uma poupança de quase 12 bezerros em São Paulo no caso das pastagens e 24 para a cana.” Gabriela observa, porém, que a antecipação da compra se justifica somente se houver capacidade de armazenagem e capital disponível. Procura motiva queda Segundo a veterinária da Scot, Maria Gabriela Tonini, a queda nos preços dos adubos em relação a 2005 deve-se à diminuição na procura. “Prevendo um ano ruim, o produtor comprou menos.” A consultora afirma que para fazer a antecipação da compra dos fertilizantes, também vale comparar o gasto antecipado com a aplicação do capital. “Com rendimento do capital a 1,1% ao mês, valor médio do mercado, compensa a aquisição dos fertilizantes e sua armazenagem”, afirma ela. Gabriela observa ainda que tomar dinheiro emprestado, a uma taxa média de juros de 2,4% ao mês, tornaria a compra antecipada desvantajosa. Considerando o aumento médio dos últimos oito anos entre julho e setembro, de 6,61%, por tonelada, para fertilizantes na faixa de R$600 a R$700, a diferença de preço seria quase R$50. DELALIBERA, G. Momento é bom para investir em fertilizantes, diz estudo. Jornal Bom Dia Rio Preto. 01 de agosto de 2006.
<< Notícia Anterior Próxima Notícia >>
Buscar

Newsletter diária

Receba nossos relatórios diários e gratuitos


Loja

Facebook