• Sexta-feira, 1 de julho de 2022
  • Receba nossos relatórios diários e gratuitos
Scot Consultoria

Chuvas devem avançar pelo país nos próximos dias


Quinta-feira, 2 de julho de 2015 - 17h16

De acordo com o Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos, do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, até o final desta semana devem ocorrer chuvas significativas no Paraná e em boa parte dos territórios do Mato Grosso do Sul e de São Paulo.


No norte do Paraná e na metade sul de São Paulo e Mato Grosso do Sul, as chuvas podem ultrapassar os 100 milímetros.


Isso deve prejudicar as colheitas do milho safrinha, do café e da cana-de-açúcar. Além de prejudicar as operações no campo, a qualidade dos produtos também pode ser afetada. O final do plantio de trigo no Paraná pode sofrer paralisações.


A partir do início da próxima semana as chuvas devem avançar para o centro do Brasil, devido a uma nova frente fria que se aproxima da região.


Em Mato Grosso e Goiás isso deve afetar a colheita do milho safrinha e do algodão. Além de interromper as operações, os produtores devem ficar atentos ao aumento de grãos ardidos e também à piora na qualidade das plumas do algodão.


No Rio Grande do Sul e Santa Catarina as temperaturas permanecerão baixas e não devem ocorrer chuvas expressivas nos próximos dias.


Mesmo com chuvas previstas para grande parte do Brasil até 10/7, volumes maiores devem ficar restritos ao Paraná, Mato Grosso do Sul e São Paulo. Na maioria das demais regiões a previsão fica entre 10 e 40 milímetros.


As chuvas esperadas no Centro-Sul divergem da normal climatológica para o período, historicamente composta por dias secos.


As precipitações d os próximos dias podem reduzir o ritmo de queda do suporte das pastagens, melhorar o poder de negociação dos pecuaristas. Normalmente, com a chegada do inverno, dias mais curtos e temperaturas menores, as pastagens reduzem sua capacidade de suporte.



Próxima Notícia >>

Buscar

Newsletter diária

Receba nossos relatórios diários e gratuitos


Loja

Facebook