• Sábado, 19 de outubro de 2019
  • Receba nossos relatórios diários e gratuitos
Scot Consultoria

Mitsubishi compra 20% da Los Grobo Ceagro


Segunda-feira, 30 de janeiro de 2012 - 15h52

A Los Grobo Ceagro do Brasil, braço principal do grupo agrícola Los Grobo, de origem argentina, anunciou ontem a venda de uma participação de 20% de seu capital social para a Mitsubishi Corporation, conglomerado japonês com operações em diversos setores da economia e faturamento anual total superior a US$220 bilhões. O negócio, cujo valor não foi revelado, foi fechado por meio da subscrição de ações ordinárias emitidas a partir de um aumento de capital aprovado na terça-feira em assembleia geral extraordinária dos acionistas da empresa brasileira, que no ano-safra passado (2010/11) faturou R$610 milhões. "Trata-se de um investidor 100% estratégico, com foco complementar ao nosso e que poderá colaborar para a ampliação das exportações da empresa no futuro", disse Antonio Frias Oliva Neto, principal executivo da área financeira (CFO) do Grupo Los Grobo e novo vice-presidente executivo da Ceagro. Em entrevista ao Valor, Oliva Neto explicou que, enquanto a Los Grobo Ceagro tem uma plataforma de operações integrada do campo aos portos, a Mitsubishi tem grande experiência e relevância dos portos em diante. No ano passado, por exemplo, a divisão agrícola da gigante japonesa exportou mais de 10 milhões de toneladas de grãos originados em Brasil, EUA, Argentina e Austrália para mercados na Ásia, como o próprio Japão e a China. Oliva Neto pontuou que a nova sócia não entra no capital da Ceagro por uma "necessidade" da empresa, mas pela "oportunidade" derivada de uma relação comercial que já existia. Além de o faturamento da Los Grobo Ceagro ter aumentado mais de R$200 milhões em relação à temporada 2009/10, para os R$610 milhões já citados, Oliva Neto confirmou que o Ebitda da empresa foi de R$25 milhões e que o lucro líquido atingiu R$ 5,6 milhões em 2010/11. O Ebitda ainda foi afetado por custos relacionados à entrada da companhia em outras fronteiras fora do chamado "Mapito" e à montagem de filiais em Mato Grosso, fatores que não exercerão a mesma pressão nesta temporada (2011/12), que começou em julho do ano passado e vai terminar em junho próximo. Fundada em 1994 pelo paranaense Paulo Fachin para atuar na distribuição de insumos agrícolas na confluência das regiões de Cerrado do Maranhão, Piauí e Tocantins - o "Mapito" -, a então Ceagro Agronegócios passou ao controle dos Grupo Los Grobo no início da década passada. Foi quando o foco foi ampliado para o plantio de grãos e sua expansão foi acelerada. Em 2010, negócios em Goiás, Minas Gerais e Bahia ganharam força, daí o forte aumento do faturamento observado em 2010/11. "Para o Grupo Los Grobo [que fatura mais de US$1 bilhão por ano-safra], o crescimento está no Brasil", diz Oliva Neto. A entrada da Mitsubishi no capital da Los Grobo Ceagro neste momento terá pouco reflexo nos planos da empresa para 2011/12. A empresa está com produção própria de soja em pouco menos de 60 mil hectares arrendados, com milho em cerca de 3 mil. Além disso, como informou o CEO Paulo Fachin em novembro, a originação de soja da empresa, que inclui grãos de terceiros, deverá superar 700 mil toneladas. Para o plantio de 2011/12, negociou US$125 milhões em defensivos. Fonte: Valor Econômico. Por Fernando Lopes. 27 de janeiro de 2012.
<< Notícia Anterior Próxima Notícia >>
Buscar
Scot - Facebook Leite
 
Scot - Facebook Scot - Twitter Scot - Youtube Scot - Instagram Scot - Rss Scot - Linkedin

Newsletter diária

Receba nossos relatórios diários e gratuitos



TV Scot

Podcasts



Loja

Facebook





  • Copyright 2019, Scot Consultoria, Rua Coronel Conrado Caldeira, 578 • Bebedouro - SP - Brasil - 14701-000 | +55 17 3343 5111