• Quarta-feira, 10 de agosto de 2022
  • Receba nossos relatórios diários e gratuitos
Scot Consultoria

Queda do consumo de leite nos Estados Unidos?


Sexta-feira, 29 de maio de 2009 - 10h23

Depois de deflagrada a crise financeira internacional os preços dos lácteos caíram em todo o mundo. Na verdade, todos os produtos apresentaram desvalorização em função do menor crescimento da economia mundial, desemprego, receio do futuro, entre outros fatores que pesam negativamente no consumo. ESTADOS UNIDOS Especificamente nos Estados Unidos, os preços dos lácteos despencaram desde setembro passado, quando teve início a problemática situação econômica. Segundo dados do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA), o preço do leite pago para os produtores caiu cerca de 34% entre agosto e março passado, acumulando baixa de quase 44% desde janeiro de 2008. Mas a baixa não foi exclusiva para os produtores. Com a redução da demanda norte-americana e mundial, os preços do leite no varejo norte-americano também caíram. Um índice calculado pelo USDA que mede a variação dos preços dos principais alimentos no varejo registrou queda de 6,4% entre agosto de 2008 e março de 2009. Para os produtos lácteos, a queda foi de cerca de 15% nos preços. A maior desvalorização foi registrada para o preço do leite fluido, 22% entre agosto de 2008 e março deste ano. O leite fluido é o mais consumido pela população em geral. De toda a ingestão de leite norte-americana (medida em equivalente leite), cerca de 35% é consumido na forma de leite fluido e, com a redução da renda da população em função da desaceleração da economia, os preços no varejo caíram na tentativa de manter o escoamento da produção. COMPARAÇÃO COM O BRASIL Desde o início de 2008, enquanto o preço do leite pago ao produtor nos Estados Unidos caiu quase 44%, os preços no Brasil recuaram 6,1%. No varejo, enquanto o leite nos Estados Unidos registrou queda de 13,8%, os preços no Brasil subiram 19,5%. Existe o fator entressafra, colaborando para a menor oferta de leite no Brasil e dando sustentação aos preços nos últimos meses. Mesmo assim, o impacto da diminuição da renda, no ponto de vista do consumo do leite, parece não ter chegado no Brasil. Pelo menos não da forma que atingiu os Estados Unidos.
<< Notícia Anterior Próxima Notícia >>
Buscar

Newsletter diária

Receba nossos relatórios diários e gratuitos


Loja

Facebook