• Sábado, 13 de agosto de 2022
  • Receba nossos relatórios diários e gratuitos
Scot Consultoria

Mercado - reprodutores


Quinta-feira, 15 de julho de 2010 - 13h46

O mercado de tourinhos está aquecido. Há boa procura por reprodutores e a tendência é de aumento nos negócios nos próximos meses. Esta movimentação ocorre devido à aproximação da estação de monta, que começa em outubro e novembro na maior parte do país. Os mercados do boi gordo e da reposição firmes também estimulam o investimento em cria. O boi gordo está em patamar 8,9% superior ao do início de janeiro em São Paulo. A firmeza no mercado do boi gordo se reflete no mercado de reposição. As cotações dos bezerros desmamas anelorados subiram 22,8% e 26,6% em relação ao início do ano, em São Paulo e no Mato Grosso do Sul, respectivamente. Bezerros valorizados são fatores positivos para o criador, por dois motivos principais. Com a produção valorizada (bezerros), o criador tem caixa para investir em reprodução, incluindo a compra de reprodutores. A própria receita maior gerada pelo preço da reposição serve de estímulo ao investimento na atividade. Este investimento na cria é refletido na participação de fêmeas nos abates. A figura 1 mostra a relação inversa entre esta participação e o preço do boi gordo. Na figura 2 estão as participações de fêmeas nos abates no primeiro trimestre de cada ano. Tal participação está em queda desde 2006. A exceção foi Minas Gerais, onde a proporção de fêmeas abatidas aumentou entre 2006 e 2008. Vale destacar que em 2006 foi registrado o pior preço do leite pago ao produtor nos últimos 11 anos. Este aumento de abate pode ter sido decorrente da diminuição de rebanhos leiteiros.
<< Notícia Anterior Próxima Notícia >>
Buscar

Newsletter diária

Receba nossos relatórios diários e gratuitos


Loja

Facebook