• Quarta-feira, 29 de junho de 2022
  • Receba nossos relatórios diários e gratuitos
Scot Consultoria

O que vai acontecer depois de maio?


Sexta-feira, 16 de maio de 2014 - 15h20

Quem analisa o número de posições em aberto no mercado futuro atualmente pode ter a impressão de expansão do volume de negócios, já que temos 27.049 contratos em aberto, contra 20.506 em 2013, um aumento, portanto, de 31%. Ao quebrar a análise da posição por vencimento, vemos que essa impressão é decorrente do grande aumento da posição concentrada apenas no vencimento de maio de 2014, como pode ser observado na tabela 1.


O contrato de maio detém atualmente 64% do total da posição do mercado futuro, em 2013 essa concentração era de 45% e em 2012 era de 23%, o que coloca a manutenção desse maior volume de posição em aberto na dependência da rolagem das posições existentes agora em maio, o que não vem acontecendo com volume significativo. Considerando que estamos a apenas 15 dias da liquidação de maio, sendo que nos últimos dias a sua volatilidade já fica comprometida pela média do índice ESALQ, a ausência do movimento é preocupante.


Um mercado futuro com liquidez razoável em todos os vencimentos é muito importante, tanto para especuladores, que podem operar arbitragens entre os meses, quanto para os hedgers, que podem realizar suas travas de preços no mês mais adequado. Além disso, liquidez gera mais liquidez e o fato de existir posição em aberto relevante em um determinado vencimento já é, por si só, um estímulo para novas operações. O contrário, porém, também é verdadeiro e sem o colchão de liquidez de uma razoável posição em aberto, ninguém se arrisca a montar posição, daí vem a dificuldade em reverter a situação.


Apesar de escasso, ainda há tempo hábil para acontecer a rolagem das posições de maio, porém, se ela não acontecer, será uma grade oportunidade perdida para dar continuidade ao crescimento do mercado futuro e pode levar muito tempo até voltar ao patamar atual de posições em aberto. Tanto especuladores como hedgers só têm a perder com isso.




<< Notícia Anterior Próxima Notícia >>

Buscar

Newsletter diária

Receba nossos relatórios diários e gratuitos


Loja

Facebook